sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Caesar comenta: Cão arrependido

Já dizia o velho poema do Chaves: Volta o cão arrependido, e blá, blá blá.


O cãozinho que se chama Globo, mais uma vez voltou arrependido para a casa dos seus telespectadores tão cuspidos por ela mesma.
Depois de tanto se insistir para rolar enfim o bendito beijo gay, em uma novela, que tem pico de audiência (Uma novela das oito), ela enfim quebra seus padrões e decide colocar o tal.
Assim como o cãozinho que se arrepende de seus atos contra seus donos, volta a globo a dar bons exemplos para uma sociedade ainda homofóbica e racista.
Muito se evoluiu é verdade, mas muitos são os Tabus, que precisam serem quebrados...
Mas assim como o dono do animal deve sempre manter seus pés recuados para o cão não aprontar de novo, assim os telespectadores devem agir para com a Globo.
Afinal de que adianta um beijo gay, sendo que o Bichinha sempre vai ser o personagem mais escrachado, e mais zoado por todos.
Convenhamos que embora a Globo tenha dado um grande (ENORME!)passo para o combate contra a homofobia, também ainda peca muito no exagero de seus personagens e na sua história.
Não acompanho a novela "Amor á vida(?)", porém sei de tanto se ouvir, que essa novela foi o diabo que o carregue, cheias de maldades, pai traindo filho, filho traindo pai, irmão traindo irmão, amante virando esposa e traindo marido cego.

Sempre achei que antes de dar audiência, a novela deveria nos passar alguma mensagem positiva, com problemas e antagonistas seno resolvidos e desmascarados a cada capítulo.
Ora, utopia minha, meu caro leitor...
Conhecemos muito bem as artes da Globo, e seus arrependimentos "sinceros".
Porém se a Globo que consegue direcionar, e porque não dirigir, a mente de alienados, talvez estejamos perto de do fim da intolerância conforme o tempo passa.
Quem deve agora estar se mordendo de raiva desse tal de Beijo Gay, ter acontecido são os senhores Silas Malafaia e Marcos Feliciano.
Porém não nos esqueçamos do que Leoni disse.  Boa Leoni...

Nenhum comentário:

Postar um comentário